O Livro Pachinko

Pachinko é um romance escrito pela autora coreana-americana Min Jin Lee, lançado em 2017. O livro, ambientado principalmente na Coreia do Sul e no Japão, conta a história de uma família coreana ao longo de várias gerações.

A História

O livro começa em Yeongdo, uma pequena ilha de pescadores na Coreia do Sul, durante o início do século XX. Sunja, uma jovem coreana, engravida de um homem rico e casado. Em meio aos desafios enfrentados por essa revelação, ela conhece um jovem pregador cristão chamado Isak. Juntos, eles decidem se casar e partir para um novo começo no Japão.

Ao chegar em Osaka, Sunja e Isak se estabelecem em uma comunidade de coreanos étnicos, onde enfrentam uma série de preconceitos e discriminações. No Japão, os coreanos são considerados estrangeiros, marginalizados pela sociedade japonesa, e têm dificuldades em encontrar oportunidades de trabalho e construir uma vida melhor para suas famílias.

A vida de Sunja e sua família é profundamente afetada pela invasão japonesa na Coreia, pela Segunda Guerra Mundial e pela ocupação do Japão pelos Estados Unidos. Ao longo das décadas, o leitor acompanha os desafios e as conquistas da família, enquanto eles se envolvem em diferentes negócios, como a indústria pachinko, uma espécie de “fliperama” japonesa.

Premiações e Críticas

O livro Pachinko foi aclamado pela crítica e recebeu inúmeras premiações desde o seu lançamento. Em 2017, foi selecionado como um dos 10 melhores livros do ano pelo The New York Times Book Review e foi finalista do National Book Award. No ano seguinte, também foi um finalista do prêmio Pulitzer de Ficção.

A forma como Min Jin Lee retrata a história da Coreia do Sul e dos coreanos que vivem no Japão foi elogiada por sua autenticidade, riqueza de detalhes e profundidade emocional. O livro aborda temas como identidade, pertencimento, amor e sacrifício, cativando os leitores pela maneira como a autora explora as experiências individuais e coletivas dos personagens.

Personagens Importantes

O livro Pachinko apresenta uma rica galeria de personagens, cada um com sua própria jornada e contribuição para a história.

Sunja:

A protagonista do livro, Sunja é uma mulher corajosa e determinada. Ela se torna mãe solteira depois de um caso com um homem casado e acaba se casando com Isak, um jovem pregador cristão que a salva do estigma social.

Noa:

Filho de Sunja e destinado a seguir os passos do pai pregador, Noa enfrenta desafios de identidade ao descobrir a verdade sobre suas origens e ao viver no Japão como um coreano. Ele busca encontrar seu lugar no mundo e entender seu propósito.

Mozaemon:

Mozaemon é um dos personagens mais intrigantes, um homem de negócios coreano-japonês que se torna o patriarca da família. Ele enfrenta grandes obstáculos, mas também é capaz de prosperar no ambiente hostil em que vive.

Kyunghee:

A filha de Mozaemon, Kyunghee, é uma mulher forte e corajosa, que se destaca como uma das figuras femininas mais marcantes do livro. Ela se torna uma empresária de sucesso no mundo dos negócios e enfrenta desafios em uma sociedade dominada por homens.

No decorrer do livro Pachinko, outros personagens, como Hansu, Isak e Yoseb, desempenham papéis importantes na trama, trazendo diferentes perspectivas e enriquecendo a narrativa.

Em suma, Pachinko é um livro poderoso que retrata a história e a luta de uma família coreana no Japão. Com suas premiações, críticas positivas e personagens cativantes, a obra se tornou um sucesso para os amantes da literatura interessados em mergulhar em histórias envolventes sobre identidade, família e superação.

Scroll to Top